RPG # The King of the World

Esse fórum baseia-se em um jogo de RPG, uma guerra entre o bem e o mal, a conquista do mundo.
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Castelo dos Vampiros

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Sonicj
Admin
avatar

Mensagens : 9
Data de inscrição : 16/07/2008
Idade : 23
Localização : No fórum do jogo ou no msn.

MensagemAssunto: Castelo dos Vampiros   Qua Jul 16, 2008 6:55 pm

Vampiros

Vampiros eram criaturas temidas, porque matavam pessoas ao mesmo tempo em que se pareciam com elas. A única diferença era que eles não possuíam sombra, nem se refletiam em espelhos. Além disso podiam mudar sua forma para a de um morcego, os tornavam difíceis de capturar e bastante perigosos. Durante a luz do dia dormiam em seus caixões, para à noite beber sangue humano, já que os raios eram letais para eles. O método mais comum era, pela meia noite, voar por uma janela na forma de um morcego e morder a vítima no pescoço de forma que seu sangue fosse totalmente sugado. Os vampiros não podiam entrar numa casa se não fossem convidados. Mas uma vez que eram poderiam retornar quando bem entendessem. Os vampiros eslavos não eram perigosos somente porque matavam pessoas, (muitos seres humanos também faziam isso) mas também porque suas vítimas, depois de morrerem, também se transformavam em vampiros. A característica mais temida dos vampiros era o fato deles serem praticamente imortais. Apenas alguns ritos podiam matar um vampiro como por exemplo: transpassar seu coração com uma estaca, decaptá-lo ou queimar seu sangue. Esse tipo de vampiro também é o mais conhecido, por ter sido imortalizado na figura do mais famoso vampiro de todos os tempos, o Conde Drácula, de Bram Stoker.



Sobre os Vampiros.

A crença em criaturas vampíricas provavelmente remonta às experiências humanas muito antes do advento da palavra escrita. Tanto um temor respeitoso em relação aos mortos como uma crença nas propriedades mágicas do sangue podem ser encontradas em culturas do mundo todo. Contos modernos e antigos sobre chupadores de sangue , voadores noctívagos e sobrenaturais, tais como a Lamia (Bruxa, na mitologia grega) , são caracterizadas, sob muitas formas, em várias culturas mundiais.

O conceito específico dos mortos retornando para atacar e alimentar-se do sangue dos vivos encontrou sua maior expressão na Europa cristã. No século XII, o historiador William de Newburgh relatou diversos casos de mortos retornando para aterrorizar, atacar e matar durante a noite. Identificou esse tipo de espírito maligno com o termo latino sanguisuga. Na maioria dos casos sobre os quais escreveu, a única solução permanente era desenterrar e queimar o corpo do assaltante acusado.

Embora nenhuma crença prolongada nesses seres tenha continuado entre os ingleses, a onda de relatos virtualmente idênticos varreu grandes áreas da Europa oriental, do século XVI ao século XVIII. Uma grande variedade de termos foi desenvolvida para designar esses seres, tais como variações do termo sérvio vulkodlak (extraído da palavra que designa o lobisomem). Outros termos usados na Sérvia , vampir (de origem questionável) e palavras relacionadas (como a palavra russa upyr), também se desseminaram.



Vampiras

As Vampiras eram lindas mulheres organizadas, que adoravam olhar os guerreiros e desejar lhes teu sangue.
Vampiras como eram lindas e gostosas, adoravam se fazer de humanas para ganhar os melhores guerreiros e depois os matarem e jogar para os Homens Lobos.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tkotw.powerrpg.com/index.htm
 
Castelo dos Vampiros
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [pedido] tileset castelo, masmorra, estabelecimento congelado
» [fanfic] A guerra dos vampiros
» Vampiros , lua, bréjo, festas e outras coisas mais.. ( cronica livre )
» [Comum] Castelo Negro
» Castelo negro - Hall de entrada

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
RPG # The King of the World :: Inferno. :: Castelo.-
Ir para: